Painéis Fotovoltaicos

Crescimento “explosivo” da energia solar: Países da UE deverão atingir objetivos mais cedo

A escalada de produção de energia solar na União Europeia deverá fazer com que a maioria dos Estados-membros atinja os objetivos previstos para 2030 mais cedo.

Trata-se de uma conclusão de um estudo do grupo SolarPower Europe, partilhada com o site Politico e noticiada pela Executive Digest.

Em 2022, a UE acrescentou 41 gigawatts de capacidade solar, um aumento de 40% face a 2021 – sendo expectável que aumente para mais de 50 GW ainda este ano. Para já, segundo o estudo, são 23 os países que deverão atingir os seus objetivos de instalação de capacidade solar para 2030 até 2027.

Na prática, tal representa uma poupança de milhões de toneladas de emissões de gases de efeito estufa. Para os consumidores, os efeitos são bem visíveis na fatura da luz: o custo da energia solar por quilowatt-hora caiu uns impressionantes 90% em apenas uma década.

Por detrás deste investimento massivo na produção fotovoltaica estão dois propulsores de peso: a redução dos custos de produção em larga escala de painéis solares na China, bem como a guerra na Ucrânia, que tornou mais premente a necessidade de cimentar a independência energética da UE (sobretudo da Rússia).

Se pretende investir na eficiência energética de sua casa, esta é uma ótima altura. As candidaturas aos fundos do Programa de Apoio a Edifícios Mais Sustentáveis 2023, do Fundo Ambiental, já abriram! Sabia que todos os nossos clientes tiveram as suas candidaturas aprovadas? Fale connosco!

Serviço de consultoria para o Fundo Ambiental 2023

Crédito da foto: Mariana Proença/Unsplash

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This field is required.

This field is required.