Renováveis

Energias renováveis abasteceram quase 90% do consumo em novembro

Numa altura em que os principais líderes mundiais encerraram a COP28, realizada no Dubai, com a promessa de deixar para trás os combustíveis fósseis, eis que surge mais um indicador favorável à transição energética.

Em novembro, as energias renováveis abasteceram 87,3% do consumo de eletricidade em Portugal Continental. Apesar do aumento do consumo em 3,5% face ao mês homólogo, o país exportou mais eletricidade do que importou, com a produção renovável a repartir-se da seguinte forma: hídrica 47,5%, eólica 30,8%, solar fotovoltaico 4,5%, e a biomassa 4,5%.

Leia também: Vale Eficiência: Governo abre nova fase e aumenta apoio para 3.900 euros

Os números são promissores face a 2022: a produção não renovável registou uma impressionante queda de 61%, enquanto a energia solar fotovoltaica disparou 38%.

Deste modo, poderá ser mais fácil atingir o objetivo, sublinhado por Marcelo Rebelo de Sousa na Cimeira da Ambição Climática, de Portugal chegar a “100% de renováveis” já em 2030.

Leia também: Renováveis pouparam 1.600 euros aos consumidores domésticos em 2022

Parece igualmente confirmar-se a convicção da International Energy Agency (IEA, Agência Internacional de Energia, em português) de que os combustíveis fósseis se encontram no “início do fim”.

Fonte: Adene

Simulação de orçamento A Mais Casa

Crédito da foto: Erik Karits/Pexels

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This field is required.

This field is required.